Sobre passaporte e passagens aéreas

Na semana que passou risquei mais dois itens da minha to do list: passaporte e passagens aéreas.

Agendei a renovação do meu passaporte e desta vez foi bem diferente. Eu comentei aqui como fiquei uma manhã inteira na Polícia Federal para tirar meu passaporte em 2007. Desta vez, em 40 minutos checaram meus documentos, aguardei minha vez, tirei as digitais e a foto e voilá: passaporte renovado. Outra diferença é que da primeira vez, eu precisei esperar o email de confirmação para retirar o passaporte e agora já saí de lá com o protocolo com a data em que devo ir retirá-lo.

Depois de muita angústia, desespero, ódio mortal da alta do dólar, arrependimento por não ter comprado na época que o mesmo dólar estava descendo as cataratas, finalmente comprei minhas passagens para Dublin. Yay!

É uma verdade universalmente conhecida que… ops, baixou uma Jane Austen aqui. Voltando. Algumas companhias aéreas oferecem a passagem de estudante, que ao contrário do que você está pensando agora, não significa que você vai comprar o ticket para terra dos leprechauns com 50% de desconto. A passagem de estudante, que pode até mesmo ser mais cara que a comum, tem a vantagem de oferecer remarcação gratuita do bilhete. Mas os preços das companhias que oferecem este tipo de passagem estavam nas alturas. Pesquisando bem, achei passagens da Lufthansa por um preço bem camarada e resolvi comprar a passagem comum. Isso mesmo, estou com a passagem comprada! Embarco dia 23 de julho rumo às ilhas verdes!

Aos poucos, o intercâmbio vai ganhando forma!

O andar da carruagem

Eu já contei que fechei o curso com a agência. Mas isso já foi há um mês e meio. E depois disso, dona Bia?

Bem, basicamente eu só preciso fazer 3 coisas agora: comprar a passagem aérea, contratar o seguro saúde e comprar Euros. Na verdade, preciso fazer mil coisas, mas as essenciais são essas.

Na semana que contratei o curso, o Euro e o Dólar estavam pulando de bungee jump. Mas eu pensei “Ahhh… está longe ainda, vou esperar um pouco mais”. E a gente sabe que quando se pula de bungee jump, a corda estica e desce, mas em seguida ela sobe, não é? Euro e Dólar subiram e até agora estão lá em cima. Resultado: passagem aérea nas alturas e uma dorzinha no bolso por ter que pagar mais em tudo. Por que o Real não manda no mundo, hein? ¬¬

“Para o alto e avante!”

No momento, estou cotando passagens aéreas por aí e acompanhando o câmbio diariamente para saber se a dupla Euro e Dólar resolveram pular de paraquedas. A má noticia é que eles parecem estar escalando o Everest. Como ainda tenho 3,5 meses até a viagem, ainda não há motivo para pânico. Ainda.

“Bia, você está ansiosa?”
Não, nem um pouco. Mais ou menos nessa mesma época, em 2008, eu já estava com tudo acertado para ir para Denver no fim daquele julho e estava tão calma quanto uma pessoa poderia estar. Eu só piro fico ansiosa no dia mesmo. E eu tenho trabalhado tanto ultimamente que nem tempo para isso estou tendo.

That’s all, folks! Volto quando tiver mais novidades. Mentira. Volto antes para falar de mais curiosidades e cultura.