Ahhh o inverno!

Há não muito tempo fiz um post apenas com fotos da gracinha de outono finlandês. Apesar de os dois últimos posts denigrirem não motivarem ninguém a vir conhecer Oulu no inverno, é inegável que a cidade fica linda, especialmente logo depois da neve cair e tudo ficar branquinho. Embora talvez seja um pouco cedo para postar fotos – o inverno, oficialmente, começou há menos de um mês -, Oulu já mostrou sua graça e já tenho uma coleção de fotos bacanas (que seriam  melhores se eu soubesse fotografar direito). E, se necessário, escrevo o post II com mais fotos futuramente. 😉

A primeira neve de verdade, que caiu, ficou e deixou tudo branco, aconteceu no fim de novembro. Eu estava no centro da cidade e a paisagem estava linda.

Uma foto poética
Uma foto poética

A neve deixa tudo mais bonito, mas quando ela pinta os pinheiros de branco também, ah, aí é mais do que lindo!

pinheiro branco
O caminho de pinheiros que leva a universidade

E os galhos, então? Secos, mas cobertos de neve?

20151211_121021
Esta foi uma tentativa de focar o primeiro plano, mas não deu certo.

A primeira vez que vi o lago congelado. A paisagem quase toda alva.

As árvores encontrando o lago congelado
As árvores encontrando o lago congelado

E talvez seja uma boa ideia guardar a bicicleta em um abrigo. 😉

Vamos pedalar?
Vamos pedalar?

Neve nos cantos, um belo caminho e um sol espetacular. Se esquentasse, então, seria sensacional! haha…

Aurinko (sol em finlandês)
Aurinko (sol em finlandês)

Anjinho na neve, quem nunca?

Anjinho no lago congelado
Anjinho no lago congelado

E o lago congelado encontra o rio gelado.

Bucólico?
Bucólico?

E pedalar na neve?

Sem capacete: vida loka!
Sem capacete: vida loka!

E a calmaria de um lago congelado com um por-do-sol?

Perdi o fôlego!
Perdi o fôlego!

E escrever na neve acumulada no lago congelado? Pode.

Gosto tanto dessa palavra que...
Gosto tanto desta palavra que…

Patinar no gelo? Oulu ganha dezenas de rinks ao ar livre.

Como se eu soubesse...
Como se eu soubesse…

E se não está fácil pra uma estátua, imagine pra quem é de carne, osso e sente frio?

No centro da cidade
No centro da cidade

Oulu, uma cidade gracinha.

Galhos, neve, prédio
Galhos, neve, prédio

As cores do céu encantam tanto quando o branco do chão.

Colorido
Colorido

Por aqui, até o mar congela. Oulu é banhada pelo Mar Báltico.

frozen sea
Frozen

Poxa, inverno, não precisa apelar!

-25!
-25!

E até o momento, no dia mais frio tivemos -28 graus! Até então, meu record tinha sido -27 quando morava no Colorado, nos EUA. Obrigada, Oulu, por ter batido o record sqn. 🙂

Publicidade

Quatro meses em Oulu

Quatro meses em Oulu e bem, no momento nem estou na cidade, mas claro que não poderia deixar de postar o resumo de mais um mês morando na Finlândia, essa fria.

Quatro meses e…

… eu nunca usei 3G aqui! Não tenho plano de dados e estou vivendo muito bem. Tenho wifi em casa e na universidade (sim, gente, tem wifi free e ilimitado dentro das salas de aula) e estes são os lugares onde mais passo tempo. Se saio, não é difícil achar wifi – tem sinal em todos as bibliotecas e edifícios públicos e em todo o centro. É uma cidade pequena, mas moderna.

… na verdade, eu nunca nem coloquei crédito no meu celular! Ganhei um chip com crédito no meu kit de calouro e como só ligo para as pessoas quando saio e me perco, eu ainda não zerei esses créditos.

… o prometido frio de -30 graus ainda não chegou, mas já peguei -17 e sobrevivi! E não é que sobrevivi dentro de casa com aquecedor, sobrevivi pedalando na rua. Por incrível que pareça, por aqui ser um lugar seco e não ventar muito, -17 é muito suportável quando você está adequadamente vestido.

… pedalei na neve e vi que não é nenhum bicho-de-sete-cabeças. Se ela ainda está fofa, não há perigo nenhum, porém cansa muito mais, pois é quase como se estivesse pedalando na areia. Além disso, o fato de estar tudo branco confunde um pouco, porque é difícil saber onde é asfalto e onde era grama, além de me fazer perder as entradas onde devo virar, porque vamos combinar que se guiar pelas árvores quando está tudo branco não é a coisa mais fácil do mundo.

… e pedalei na neve derretendo também e bem, aprendi com minha própria experiência que escorrega. E só para ter certeza que aprendi mesmo, eu cai e rasguei a calça.

… precisei comprar um acessório com “ganchinhos” para colocar nos calçados. Isso não tem nome em português – por motivos óbvios – mas em finlandês se chama “jääkengät“, algo como “sapatos de gelo” e serve justamente para aqueles dias que a neve começa a derreter e a rua parece um grande rink de patinação. Já usei e está aprovado.

É tipo isso, mas o meu tem ganchos maiores - só pra ter certeza
É tipo isso, mas o meu tem ganchos maiores – só pra ter certeza

… já nevou bastante aqui,e apesar de ainda não ter feito meu boneco de neve e nem o anjinho, fui andar no lago congelado perto de casa. Adorei!

Minha flatmate não bate bem da cabeça
Minha flatmate não bate bem da cabeça – só para constar, eu sou a de vermelho e estamos no lago

… chato dizer isso, mas já não me empolgo mais em ver a aurora boreal! No mesmo dia que pedalei curtindo -15 graus, olhei para o céu e lá vi a dama dançando toda verde. Pensei “legal”, segui em frente e não aceitei o convite das flatmates para ir ao terraço do prédio ver a aurora – eu estava muito cansada de pedalar na neve e estava fucking -15 graus, gente.

… não estou sofrendo tanto com o sol nascendo quase às 10h da manhã e se pondo antes das 15h.

… estou aliviada com o fim das aulas e não sei se muito empolgada para o início do próximo semestre.

… porém muito empolgada para começar minha pesquisa (juro que o post sobre ela ainda será escrito – paciência, gente). Tive reunião com uma das coordenadoras do curso e isso rendeu ideias e estou ansiosa para começar.

… e esse mês foi muito corrido, com leituras, aulas, trabalhos e livros!

… senti saudade de verdade da vida no Brasil pela primeira vez. Mas passou.

… adoro cozinhar e isso já se reflete na balança que, por motivos misteriosos, mostra um número maior do que mostrava em São Paulo.

… e fico feliz que vou ficar mais de um ano por aqui, porque senão já estaria quase na metade do intercâmbio.

E eu ainda gosto muito dessa Oulu pacata sem nada para fazer, mas com uma bela natureza!