Solstício de inverno

Hoje, 21 de dezembro, é o solstício de verão no hemisfério sul (ai que inveja) e solstício de inverno aqui no hemisfério norte. Trocando em miúdos, hoje é o dia mais curto do ano e como eu estou no norte da Finlândia porque desgraça pouco é besteira, isso é algo que não passa despercebido.

Hoje o sol nasceu às 10h30 e se pôs às 14h, contabilizando somente 3h30 de claridade, mas na prática o dia começa a ficar claro um pouco antes de amanhecer e escure um pouco depois de entardecer, o que no fim das contas nos dá uns 30 minutos a mais de claridade. Então, sim, imaginem um dia com apenas 4 horas de claridade e imaginem que este dia estava nublado hoje. :/

Este é o sol se pondo ontem por volta das 14h30
Este é o sol se pondo ontem por volta das 14h30

Os dias estão notavelmente curtos há mais de um mês e isso mexe muito com nossa mente, corpo e humor. Não é legal, não é mesmo. Cada pessoa reage de uma forma e eu não tenho reagido muito bem – teoricamente, por ser meu segundo inverno aqui, eu deveria estar acostumada, mas justamente por ser a segunda vez, acho que o impacto está sendo mais forte. Eu tenho tido dificuldade de concentração, alguns dias eu não tenho vontade nenhuma de sair da cama, sinto sono durante o dia mesmo que tenha dormido muito à noite, me sinto cansada sem ter feito nada que justificasse isso, os dias parecem passar muito rápido e acredito que esta percepção de tempo seja alterada pelas longas horas de escuridão, afinal, depois que fica escuro o cérebro “acha” que o dia está acabando e já vai se preparando para descansar – ou seja, desde às 14h30-15h sua mente já está na vibe de ficar de boas.

Ou seja, amigos, passar um inverno aqui por estas bandas não é fácil e eu me pergunto como os locais conseguem lidar com isso ano após ano sem entrar numa depressão daquelas!

A boa notícia é que a partir de hoje os dias começam a ficar mais longos novamente! O processo é lento, já que todos os dias ganharemos cerca de 6 minutos a mais de claridade e até chegarmos ao solstício de verão, quando o sol praticamente não se poe mais, vai tempo (6 meses, né? hahaha).

Foto tirado por volta das 10h, pouco antes do sol nascer
Foto tirada por volta das 10h, pouco antes do sol nascer

E o que é pior, os dias muito longos ou as longas noites? Esta é uma pergunta difícil de responder, pois os longos dias me faziam ficar elétrica e eu não conseguia dormir já que quando fui embora de Oulu, em meados de maio, às 3h da manhã já estava super claro! Imagine que durante o dia você não se sente cansado porque a luz constante faz sua mente achar que ainda precisa produzir, porém à noite você não consegue dormir bem e se recuperar para o dia seguinte e o ciclo se repete! Eu me sentia exausta sem perceber e qualquer meia hora de escuridão me fazia “desmaiar” imediatamente. Agora, eu fico sem referência de tempo e se não coloco despertador, durmo direto até depois das 10h, quando começa a ficar claro! E acordar antes disso é um sacrifício, mesmo que eu tenha ido pra cama super cedo na noite anterior.

Apesar das belezas de um inverno branquinho, nem tudo é perfeito por aqui e não tem como não admirar os bravos finlandeses que enfrentam isso todos os anos!

De qualquer forma, feliz solstício de inverno (ou o quão feliz dá para ser nessas circunstâncias)!!!

Anúncios

4 comentários sobre “Solstício de inverno

  1. Essa segunda foto está um espetáculo, as cores estão lindas! Fico pensando aqui no que é pior: super claridade que não te deixa dormir ou super escuridão que te deixa pra baixo… os extremos são complicados mesmo, né?

Preciso comentar esse post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s