Despedida de Montevideo

Quando decidimos ficar 4 dias no Uruguai, a ideia original era passar 2 na capital, 1 em Colonia e 1 em Punta del Este. Como compramos a passagem “no susto” para aproveitar a promoção, somente depois pesquisamos e decidimos que não valeria a pena ir a Punta, portanto, ficando com um dia extra em Montevideo. O que resolvemos fazer no último dia poderia ter sido facilmente encaixado nos outros dois dias, mas lá estávamos nós com um dia inteirinho ainda para visitar a cidade.

Seguimos para o Mercado Agrícola, que fica numa parte da cidade que ainda não tínhamos ido. É um mercado bonitinho, mas nada excepcional. Lá conseguimos comer um lanche barato para não sair do Uruguai sem dizer que dá para comer com 20 reais na rua! haha… Comemos um lanche de chouriço e estava bem gostoso.

Lanche de chouriço
Lanche de chouriço

A diferença entre o Mercado Agrícola e o Mercado del Puerto, é que o primeiro é como um mercado mesmo, com tendas de frutas e legumes, mas também conta com uma praça de alimentação mais no estilo de shopping center. O último é mais para comer comidas típicas, especialmente carnes e empanadas. Ambos tem lojas de souvenir.

Mercado Agrícola
Mercado Agrícola

Próximo ao Mercado fica o Palácio Legislativo, que infelizmente ficou de fora do nosso roteiro, pois não conseguimos conciliar os horários de visitação com o restante da nossa visita. Os tours acontecem de segunda a sexta, às 10h30 e 15h e o valor é 3 dólares.

Palácio Legislativo
Palácio Legislativo

Visitamos ainda outros museus, como o Museu dos Presidentes no Palácio do Governo, que fica na Praça Independência. A visita é gratuita, mas eles pedem que você deixe algum documento na portaria para poder entrar. Eu achei muito interessante, pois o prédio é bonito e o museu mostra toda a história do Uruguai como República e seus presidentes.

Ainda na Praça Independência, fica o Monumento a Artigas, que é considerado o herói nacional do país, e no subsolo fica aberto ao público seu Mausoléu. A visita é gratuita e o mausoléu é realmente surpreendente.

O interior do Mausoléu
O interior do Mausoléu

Ainda na Praça Independência, fica o Palácio Salvo, que segundo nosso guia, é cheio de lendas. O único meio de acessar o Palácio é com o tour, mas este custava cerca de 25 reais e achamos muito caro.

Palácio Salvo
Palácio Salvo

Fomos ao Museu da Imigração, na Ciudad Vieja. O museu é bem pequeno e conta apenas com um acervo de fotos, mas o interessante é que podemos visitar as únicas ruínas existentes do muro que cercava Montevideo.

20160609_124846

Segundo o funcionário do museu, nem mesmo os uruguaios sabem que Montevideo já foi cercada por muros, que contornavam onde hoje é a região de Ciudad Vieja. Os muros foram demolidos quando a cidade começou a crescer, mas segundo o mesmo funcionário, ele acredita que isto foi uma desculpa para reutilizar o material usado nas muralhas.

As linhas amarelas indicam onde os muros ficavam
As linhas amarelas indicam onde os muros ficavam

Tudo que sobrou hoje é a Puerta de la Cidadela, um arco entre a Praça Independência e o bairro Ciudad Vieja.

dscf5220

Passeamos um pouco mais pela cidade, compramos o famoso mate na Rua Sarandi, uma famosa rua de comércio em Ciudad Vieja. O guia do walking tour nos alertou que as barracas de rua nunca tem o preço exposto, pois o preço cobrado pelas mercadorias varia de acordo com quem compra e, claro, para estrangeiros é mais caro. Eu comprei meu mate com a bombilla numa barraca que aceitava reais e custou apenas R$20,00, o melhor preço que achei na cidade.

Rua Sarandi
Rua Sarandi

Tendo comprado o mate, queríamos levar a erva conosco também, mas qual não foi nossa surpresa ao ir ao mercado e notar que 90% das marcas de erva são brasileiras? Sabemos que é bem tradicional no sul do país, mas somos de São Paulo e não temos o hábito! Acabamos comprando a única marca uruguaia que achamos, mas confesso que não exatamente gostei da bebida. O guia recomendou comprar o “compuesto”, pois segundo ele, é mais suave e melhor para quem não tem o costume. Achei bem engraçado também que ele disse para não tomarmos café no Uruguai, pois provavelmente era muito ruim já que eles não entendem do assunto, não têm o hábito de beber e não têm tradição.

Hecho en Brasil... haha
Hecho en Brasil… haha

Gostamos muito de Montevideo e dos uruguaios, que foram super simpáticos e atenciosos em todos os lugares que fomos. É uma cidade muito bonita, porém um pouco mais cara do que  imaginamos, especialmente para comer fora.

Gardel
Gardel

A cidade não é muito grande e a maioria das atrações se concentram entre a Ciudad Vieja, onde nos hospedamos, e 18 de julio. Por este motivo, fizemos praticamente tudo a pé.

No dia seguinte pela manhã, para ir ao aeroporto, pegamos o ônibus no Terminal Rio Branco, a uns 15 minutos a pé do hostel. Foi a opção mais em conta, pois pagamos 63 pesos, menos de 7 reais. O trajeto todo foi percorrido em quase 1 hora, mas achei uma excelente opção custo-benefício.

Curiosidades

Quando estava pesquisando sobre a cidade, achei muita coisa na internet sobre trombadinhas agindo especialmente em Ciudad Vieja. Alguns pontos do bairro são realmente “bem estranhos”, com casarões velhos e mal cuidados e pessoas “estranhas” andando pela região, porém, em momento algum me senti insegura e não fui alvo de trombadinhas. É claro que sendo de São Paulo, eu desconfio de tudo e de todos sempre e, consequentemente, estou sempre muito atenta aos meus pertences (até mesmo quando estou em Oulu), mas acho que nunca é demais tomar cuidado quando se é turista.

Há várias lojinhas na cidade que vendem artigos para consumo de maconha, já que a droga estava em vias de ser legalizada quando fomos. Achei interessante.

A bebida tradicional do país é o que eles chamam de medio y medio. É uma mistura de vinho de branco e espumante. É uma bebida bem doce.

dscf5212

Finalmente, nas ruas da Ciudad Vieja você verá vários “remendos” de calçada feito com azulejos bem coloridos. Segundo nosso guia do walking tour, um artista achou que as ruas eram muito cinzas e quis deixar a cidade um pouco mais feliz e começou a colocar os azulejos coloridos por lá.

dscf5205

Anúncios

Um comentário sobre “Despedida de Montevideo

Preciso comentar esse post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s