Um lugar pra chamar de meu

Ao mesmo tempo em que providenciava tudo que era necessário para me tornar mestranda, também precisava arrumar meu lar, vulgo cafofo da Bia.

Como já contei aqui, quem organiza e gerencia acomodações é o PSOAS. A ideia é conseguir acomodações adequadas e baratas para estudantes e eles que são os intermediários entre o dono do imóvel e o estudante, ou seja, aqui não rola aquele esquema de Dublin de passar vaga e cobrar depósito incluindo até os panos de chão que comprou no valor. A consequência disso é que você pega a casa vazia e precisa comprar tudo. Eles até oferecem acomodação já mobiliada, mas eles cobram uma taxa mensal por isso e, a longo prazo, o valor pago pelo aluguel dos móveis não compensa, além de os móveis não serem lá essas coisas pelo o que comentam. Normalmente quem aluga apartamento já mobiliado são exchange students que vem para cá para cursar só um semestre.

Porém, no dia que cheguei aqui debaixo de chuva e toda ensopada e meu kummi me trouxe até meu apartamento, além de aliviada por estar num lugar coberto, tive uma surpresa: já tinha uma cama com colchão, escrivaninha e cadeira no meu quarto. Aparentemente a pessoa que o ocupava antes largou tudo pra trás por motivos misteriosos. O colchão é de ótima qualidade – saudade daqueles colchões de mola saltando de Dublin, sqn -, mas a cadeira não está lá em boas condições – é o que tem pra hoje e foi de graça! Murphy dando um tempo.

Os armários da cozinha estavam cheios de pratos, talheres e panelas e meu kummi disse que eu era sortuda porque não precisaria comprar nada, só que não foi bem assim. Mais tarde descobri que neste apê, cada um tem o seu, ou seja, as outras moradoras me informaram que precisaria comprar tudo pra mim, o que não faz sentido nenhum, além de ocupar muito espaço nos armários, já que cada uma tem seu jogo de panela, pratos, etc. Desnecessário, mas quem sou pra mudar as regras quando fui a última a chegar?

Precisava, então, ir atrás de coisas menores, como cobertor, travesseiro e items de quarto em geral. Comprei algumas poucas coisas – tudo usado – e outras ganhei/peguei de graça. O NISO, uma espécie de organização para ajudar estudantes internacionais, organizou um evento de doação, ou seja, quem estava indo embora doava o que não usaria mais e nós, novatos, no dia marcado, fomos procurar o que nos servia. Os tutores do meu curso também organizaram algo parecido e no fim, quase todos os meus itens de cozinha, cortina, tapete e até botas de neve chegaram até meu apartamento desta forma.

Moro num prédio muito bem localizado: 3 minutos de bicicleta da universidade, 3 mercados muito próximos, uma biblioteca (cheia de livros em finlandês), alguns restaurantes (que eu jamai$ frequentarei), uma farmácia e uma loja de itens usados (faz parte da cultura finlandesa comprar e vender itens em geral nestas lojas, tem várias por aqui). O prédio em si é muito bom também, pois ao que me parece foi reformado recentemente e tudo aqui é bem novinho, apesar que o prédio é relativamente novo também – foi construído em 1992.

Tem um prédio atrás destas árvores
Tem um prédio atrás destas árvores

Os apartamentos do prédio foram obviamente projetados para repúblicas de estudantes, pois a área comum é muito pequena e os quartos são enormes. No apê temos uma cozinha e uma sala bem pequenas e dois banheiros, um com o chuveiro e outro com o sanitário. São 3 quartos e pelo PSOAS, não há apartamentos mistos, então somos só meninas: eu, uma finlandesa e uma iraniana.

Algo que achei curioso e não entendo bem como funciona até agora são as chaves: a mesma chave abre tudo ao mesmo tempo que também é a chave do seu apê. Então, minha chave abre a porta do prédio e todas as outras áreas comuns. Só a minha chave e das minhas flatmates abrem a porta do nosso apartamento e só a minha chave abre a porta do meu quarto. E eu já testei que é assim mesmo, porque no meu primeiro dia aqui eu confundi qual era minha porta e tentei abrir a porta do vizinho que, obviamente, não abriu e eu fiquei com cara de pastel quando ele abriu a porta.

No primeiro andar do prédio fica a lavanderia que é um espaço enorme cheio de máquinas de lavar e secadoras, além de sinuca e outros joguinhos – acho que eles imaginaram que a gente ia ficar lá jogando enquanto a roupa estava sendo lavada! Não preciso pagar para usar as máquinas, o uso já está incluso no aluguel. A maior dificuldade em usar mesmo é porque está tudo em finlandês.

Onde a roupa entra suja e sai limpa!
Onde a roupa entra suja e sai limpa!

Para poder usar as máquinas é necessário reservá-las antes pelo site do PSOAS, afinal são cerca de 6 máquinas e 6 secadoras e deve ter mais de 100 moradores no prédio.

Para esperar a roupa secar brincando...
Para esperar a roupa secar brincando…

Aqui também tem uma academia, mas é bem ruinzinha! Basicamente, um espaço do tamanho do meu quarto com alguns aparelhos de musculação velhos. Não pretendo usar.

Há também um depósito: você reserva um espaço e larga suas tralhas lá. Tem espaço para guardar bicicletas, que é o principal meio de transporte dos estudantes, e um “salão de festas”, uma área para fazer festinhas e se socializar.

A parte mais legal é que aqui tem sauna. A sauna faz parte da cultura finlandesa também e como é algo muito comum, todo lugar tem. Aqui são duas, uma masculina e outra feminina, que funcionam todas as noites de segunda a sexta.

Sauna <3
Sauna ❤

Estou me adaptando e todo dia tudo ainda é novidade! Já estou habituada a ter um quarto de quase 14 metros quadrados com vista para floresta e cada dia gostando mais desta cidade no meio do mato. Oulu, sua linda!

Anúncios

9 comentários sobre “Um lugar pra chamar de meu

Preciso comentar esse post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s