Primeiros dias em Oulu

Meus primeiros 11 dias em Oulu podem ser resumidos em duas palavras: muita informação!

Não sinto que exagero ao dizer que a quantidade de informação e coisas aprendidas e compreendidas nestes 11 dias são comparáveis ao meu último ano de vida. De repente saí da minha rotina, onde nada de novo acontecia a não ser os movimentos novos nas aulas de kung fu e passei a ter que lidar com informação nova vindo a todo momento. To-do mo-men-to.

Apesar de já chegar aqui com o visto e não precisar  passar por aquela etapa chata de solicitá-lo como na Irlanda, isso não significa que não precise fazer nada ao chegar aqui, pois sim, preciso.

Chegar num lugar completamente desconhecido – eu não sou dessas que fica pesquisando no Google Maps – e precisar aprender onde você mora e como ir de lá até a universidade, ao mercado, ao centro da cidade e tendo como referência nomes de ruas que são gigantes e mal consigo pronunciar não é fácil. Some a isso o fato que eu moro no meio da floresta. Jamais imaginei que Oulu fosse no meio do mato! Aí meus pontos de referência se resumem a árvores!

Mobiliar o quarto também é algo que precisa ser aprendido. O processo todo de alugar um quarto e comprar o necessário para ficar habitável também é completamente diferente de Dublin! E entre uma questão burocrática e outra, preciso ir atrás de cobertor, cortina, tapete… in the Finnish style!

Ir ao mercado, então! Absolutamente tudo está finlandês. Duh, tô na Finlândia! Eu sei, mas eu imaginei que acharia tudo escrito em inglês por aqui, já que todo mundo me disse que eu viveria muito bem aqui sem saber falar finlandês. Só que ir ao mercado é uma aventura e muitas vezes é a foto na embalagem que me orienta sobre o que estou comprando- me sinto uma criança não alfabetizada.

E tem a parte de me tornar oficialmente uma mestranda! Foram muitas palestras para entender como tudo funciona, fila para pagar isso, fila para solicitar aquilo, fila para retirar outra coisa, reunião com tutores, apresentação de professores e aulas! Sim, minhas aulas já começaram.

Abrir conta no banco, pagar conta, manter a geladeira cheia, cozinhar, ir para aula, comprar itens de casa, conhecer gente nova todo dia, lavar roupa… Posso dizer que nestes 11 dias não tive tempo para me sentir sozinha neste quarto que é o dobro do tamanho do meu quarto no Brasil. Estou sempre ocupada e passando a maior parte do tempo fora de casa. E dormindo menos do que deveria e não dando ao meu cérebro a chance de reter toda essa informação.

Por conta de toda essa correria e problemas com a internet – gente, cortaram meu vínculo com o mundo e fiquei mais da metade destes 11 dias sem internet no quarto – estou demorando para postar sobre a vida aqui. Acredito que em pouco tempo tudo se ajeite, ganho uma rotina e tempo para postar no blog. Tenho muita coisa para contar! 🙂

Lago aqui perto de casa
Lago aqui perto de casa

Anúncios

8 comentários sobre “Primeiros dias em Oulu

  1. Eu sou fã de comida AND supermercado, então aprenderia os nomes das comidas rapidinho pra não passar fome! Hahaha
    Mas sério, deve dar uma sensação estranha estar num lugar e não entender nada. Tipo quando me sinto quando viajo pra lugares como, sei lá, República Checa. Só pros fortes! Mas você aprende e pega o jeito logo! :))

  2. Nossa, imagino a agonia de não entender nada do que está escrito em volta. Deve mesmo ser uma sensação de ser analfabeto, mesmo sabendo várias línguas!
    Ponto de referência usando árvores? Jane e Tarzan feelings, hahaha!

Preciso comentar esse post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s