Barcelona – impressões

Já tem mais de dois meses que voltei do meu rolezinho na Europa e ainda estou aqui falando de Barcelona! Calma, gente, até dezembro com certeza eu termino de contar sobre a viagem que ainda inclui outras 3 cidades principais e cidadezinhas menores. Muita calma nessa hora! O último post sobre a cidade é apenas para falar das minha impressões da linda cidade espanhola… ou devo dizer catalã?!

Eu gostei muito de Barcelona! É uma cidade realmente muito bonita – me refiro a parte turística, claro – e cheia de coisa para se fazer e ver. Ficamos 3 dias, mas certamente poderíamos ter ficado mais um, pelo menos, e ainda teríamos o que fazer. A maioria das atrações são pagas e, na minha modesta opinião, são caras se comparadas com outras cidades europeias – não que não valha a pena pagar, mas não deixam de ser caras. Preparem o bolso!

Barça!
Barça!

Tem pontos de wifi gratuitos em diversas áreas da cidade, sempre indicados por uma plaquinha azul clara. Não é difícil turistar em Barcelona e se manter conectado ao mundo. Apesar disso, no aeroporto o wifi é bem limitado: gratuito por apenas meia hora, tempo suficiente para avisar a família que chegou bem, fazer check-in no Swarm e postar algo no Facebook… hehe…

Algo que com certeza chamará a atenção na cidade é que a língua oficial é o catalão, não o espanhol. Então, na cidade inteira todas as informações e placas estarão em catalão e embaixo, em espanhol, como na Irlanda onde está tudo em irlandês em inglês – a diferença é que ninguém fala irlandês na Irlanda e todo mundo fala catalão em Barcelona e falam o espanhol como segunda língua e, segundo os nativos, com um forte e indisfarçável sotaque catalão.

O catalão também é uma língua românica como o português, derivada do latim. O que é de se espantar é que ela é muito mais parecida com o nosso português do que com o espanhol. Muitas frases e placas na língua era compreensíveis para mim, muito mais do que as em espanhol.

Eu sempre soube que havia esta questão da Catalunha, mas confesso que nunca pesquisei detalhadamente ou me interessei e na minha mente pequena, achava nada a ver essa história de eles quererem se separar da Espanha e serem uma nação independente… Depois de 3 dias lá e saber um pouco mais da história, pude compreender melhor essa questão e o porquê de um nascido em Barcelona jamais dizer que é espanhol, mas sim, catalão. Imaginem tomarem sua terra e falarem que agora você pertence a um país e é isso?

Apesar de o inverno não ser tão frio por lá – parecia um dia um pouco mais frio em São Paulo – tenho certeza que teria uma experiência completamente diferente na cidade se tivesse visitado no verão. Aliás, acho que toda a Europa te dá essa impressão. Certamente as paisagens seriam muito mais encantadoras.

Barcelona tem Gaudí e eu tive a impressão que se o arquiteto não tivesse existido, metade das atrações da cidade não existiriam também, já que Park Guell, A Sagrada Família e as Casas Batló e Milà são obras dele. Não estou reclamando, apenas constatando.

Gaudí everywhere!
Gaudí everywhere!

Pouco depois de ter voltado de viagem, assisti o filme Biutiful, do diretor Iñarritu. Eu não sabia bem onde o filme era rodado, mas estava tentando identificar o local quando vi a sigle TMB numa cena no metrô – Transporte Metropolitano de Barcelona, ou algo assim. A questão é que a cidade mostrada no filme não se parecia nada com a linda Barcelona que visitei, com suas ruas largas e bonitas. Bem, aí vem aquela questão que turista visita a parte mais bonita e bem cuidada da cidade e, muitas vezes, esquece deste detalhe quando chega no Brasil arrotando que “tal país é lindo, tudo organizado, muito bonito” – você não foi para a periferia, cara pálida. E com Barcelona foi a mesma coisa – também tem sua parte feia.

Com este post encerro a “série Barcelona”, aquela cidade que todos deveriam incluir num roteiro de mochilão europeu! E no próximo post, o próximo destino do rolezinho. Aguardem!

Anúncios

4 comentários sobre “Barcelona – impressões

  1. Paulo

    Li o “Aguardem” com a voz do Silvio hahaahha….
    Minha Escala vai ser em Madrid =\
    mas não sei nem se vai dar tempo de dar uma olhada na cidade, mas ja ouvi dizer que entre as duas, Barcelona é “melhor”, espero poder conferir…

    Ai ai, aguardemos então neh…

    Ps. Quando (e se) vir pra Curitiba de novo avise haahah, não sou guia turístico, masssssssssss 😉

    1. Bia

      Não vou dar spoiler dos próximos posts, suas indagações ficarão no ar! Hehe…
      Adorei Curitiba, é uma cidade pra morar e amar, mas não sei se volto… figurinha repetida não completa o álbum! (:

Preciso comentar esse post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s