Barcelona – Parc Montjuic e Picasso

Acordamos cedo no segundo dia e fomos tomar café-da-manhã num café delicinha – eu adoro chocolate quente e o deste café era tipo Danette quente. ❤

Bem, sempre que viajo eu gosto de fazer um roteiro nem que seja só para me orientar. O roteiro poderá e possivelmente sofrerá alterações no percurso, mas acho que é bom chegar no destino tendo noção do que se quer ver, quanto vai se gastar e em que dia fará o que – mera questão de organização. Como contei no post anterior, La Boquería era a primeira parada em Barcelona, mas devido ao horário, deixamos para o segundo dia, um domingo. Quando lá chegamos, depois de entrar em muita ruazinha aqui e ali (e o Rick usar um cara fazendo sei lá o que numa moto como ponto de referência – oi, Rick?!) chegamos. E demos meia-volta, porque estava fechado. Gente, La Boquería é tipo o Mercado Municipal da cidade, como assim estava fechado num domingo? Ok que foi tronchice newbice nossa não ter checado isso antes, mas como eu poderia desconfiar que um mercadão fecharia aos domingos?

Parênteses: o mal do paulistano nascido e criado nessa megalópole é achar que vai achar tudo na hora que quer. Como jamais pensaria na possibilidade do Mercadão de São Paulo fechar num domingo (aliás, semana passada visitei-o pela primeira vez… tears!), por lógica, nem pensei que o de Barcelona fecharia. Mas nem todo lugar é como Sampa, né, meu?!

Ruelas de Barcelona
Ruelas de Barcelona

Decepcionados, mas não derrotados, rumamos ao próximo destino: o Museu Picasso. Na verdade, ele nem estava nos nossos planos, mas no fim do walking tour do dia anterior Billy, o guia, deu a dica: todos os museus de Barcelona são gratuitos no primeiro domingo de cada mês e em todos os domingos a partir das 15h. Passamos pela Catedral de Barcelona no caminho, mas nem nos animamos a entrar (a gente meio que foge de igreja, mas nada pessoal, tá?!) e fomos direto ao museu. Como chegamos cedo, não tinha fila e entramos logo. Minha opinião: muito feliz de não ter pago os 14 euros de entrada porque oh, não valia!  O museu todo se resumia a um andar que focava exclusivamente no Picasso, o pintor. Tá, Bia, mas ele era pintor mesmo, né, você queria ver o que? Bem, quando fui a Amsterdã e paguei 15 euros para entrar no Museu van Gogh, eu pude visitar 3 andares que mostravam não só o van Gogh pintor, mas toda sua trajetória de vida, além de coisas interessantíssimas como raio-x (ou ressonância? whatever!) de algumas de suas telas que mostravam que ele reaproveitava telas e pintava em cima de outras obras. Eu sei que aí fica parecendo que escolho quantidade a qualidade, mas não sou dessas pra nada na vida – só que eu não pagaria mesmo 14 euros para visitar o museu.

Esperava mais...
Esperava mais…

Saímos do museu e compramos umas besteirinhas para fazer um pic nic no Parc Montjuic. Pegamos o metrô e descemos na estação mais próxima. De lá, fomos a pé até uma das entradas do parque e oh, pra chegar até o teleférico foram muitos lances de escadas, mas a vista da cidade era até que simpática!

E o que falar desse teleférico que o passeio mal durou 5 minutos e custou os olhos da cara? Custou 7,80 euros para subir, a viagem mais overpriced da minha vida e a vista de Barcelona nem é das mais breathtaking. Ok, é bonitinha sim, dá pra ver a Sagrada Família sim, dá pra ver o porto sim, mas sabe, tem muitos mirantes que me deram estas mesmas vistas. Não vou dizer para você, caso vá a Barcelona, não pegar o teleférico, mas estou aqui sendo sincera e dizendo: foi uma bosta tem coisas melhores para se investir 7,80 euros.

So this is Barcelona
So this is Barcelona

A primeira parada dentro do parque foi o Castelo de Montjuic, que também tinha entrada gratuita a partir das 15h (já que era o primeiro domingo do mês), mas como chegamos bem antes disso, preferimos pagar os 5 euros do ticket. Fizemos nosso pic nic e adentramos. No início, fiquei um pouco confusa:

Afinal, por onde começo o rolê?
Afinal, por onde começo o rolê?

Mas acabamos decifrando as placas sacanas e entramos. Há várias salas dentro do castelo, mas a maioria delas estava vazia ou trancada. Vai entender! No pátio do castelo, porém, tinha a atração que mais gostei e me senti criança brincando de tirar foto: uma esfera espelhada! É uma “exposição” temporária, se não me engano, e a tal esfera ficaria lá até meados de fevereiro, logo, para quem está planejando visitar o castelo, no more balls!

Gorgeous!
Gorgeous!

E eu fotografando a esfera espelhada que me fez sentir crianças de felicidade!

"I'm having so much fun!"
“I’m having so much fun!”

O legal da visita do castelo, já aviso, não é o castelo em si, mas a vista que você tem a partir dele (agora vai sacando porque o teleférico nem vale a pena). Você tanto tem uma vista da cidade como do porto e com o sol e o céu azul, fica tudo lindo.

Barcelona
Barcelona

Do castelo, queríamos ir ao Estádio Olímpico, que também fica dentro do parque. Na verdade, dentro dele tem muita coisa e dá para ficar uns dois dias inteiros lá para ver tudo! A Fundação Miró é lá (estava no nosso roteiro do primeiro dia, mas não rolou), por exemplo. Bem, olhando o mapa, o caminho parecia fácil, mas na vida real era um pouco mais complicado e pedimos informação no caminho. Depois de uma longa caminhada e uma descida de barranco (né?), lá chegamos. Entramos, tiramos algumas fotos e seguimos até o Museu Nacional de Arte Catalunha.

O estádio
O estádio

A ideia era visitar o último museu citado, porém, quando lá chegamos, por volta das 17h, ele já estava fechado. Outra burrice newbice nossa foi não checar o horário deste museu, mas a gente seguiu a lógica de todos os outros museus que fechavam às 19h para concluir (e nem checar) que este fechava no mesmo horário. De qualquer forma, apesar de o museu parecer sensacional, ele nem estava no roteiro original, estava mais no esquema “se der tempo, a gente entra”. Não deu, porque no dia seguinte, segunda-feira, ele estaria fechado.

Fica pra próxima!
Fica pra próxima!

Sentamos um pouco no parque para descansar as pernas cansadas, depois seguimos para o hostel exaustos. Jantar, mais churros, banho e cama! Sim, somos velhos e não saímos pra balada à noite.

Bandeira da Catalunha - explicarei tudinho no último post da cidade
Bandeira da Catalunha – explicarei tudinho no último post da cidade
Anúncios

4 comentários sobre “Barcelona – Parc Montjuic e Picasso

Preciso comentar esse post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s