Filmes para refletir

O tema dessa semana era “Filmes que me falam ao coração”, mas vamos combinar que esse título é muito brega. Então eu mudei para “Filmes que me fazem refletir”, porque tem muito mais a ver com minha realidade. Com muito custo não inclui “O fabuloso destino de Amélie Poulain”, “500 dias com ela” e “Brilho eterno de uma mente sem lembranças” que são uns queridinhos que já apareceram muito neste desafio.

Semana 29 – Filmes que me  fazem refletir

1- Na Natureza Selvagem (2007)

Filme de Sean Penn baseado em fatos reais sobre a vida de Chris McCandless, um jovem com uma ideologia. Chris era rico e tinha um lindo futuro, mas resolveu abrir mão de tudo e procurar sua felicidade na natureza e coisas simples da vida, por assim dizer. Seu final foi trágico, mas fica a lição de corrermos atrás daquilo que acreditamos e não no que acreditaram por nós.

2- Tudo pode dar certo (2009)

Dirigido por Woody Allen <3, o filme fala sobre as expectativas que as pessoas criam na vida e como se frustram procurando sempre “o melhor”, “o perfeito”, “aquilo que sempre sonhou” e como isso não é necessariamente o segredo para se viver uma vida feliz. A proposta do filme é que sejamos felizes com aquilo que pode dar certo e se depois de um tempo não der mais certo, que bom que nos deixou feliz enquanto durou! Não deixa de ser uma forma alternativa e interessante de lidar com a vida.

3- A pele que habito (2011)

A história desse filme de Almodóvar é um tanto doida: por vingança, um médico sequestra o rapaz que tentou abusar de sua filha com problemas mentais, levando-a ao suicídio. Ele mantém o então Vicente em cativeiro, realiza uma cirurgia de mudança de sexo e alguns anos depois, Vera é uma linda mulher. E a pergunta que fica do filme é: quem você é? Você é o resultado de tudo que já viveu? Você realmente é quem habita sua pele?

4- Alabama Monroe (2012)

Um dos poucos filmes que conseguiu arrancar lágrimas e mais lágrimas de mim. Um cara e uma moça que não têm nada a ver se apaixonam e vivem um casamento feliz com a chegada da filha Maybelle. Aos 6 anos, a menina é diagnosticada com câncer terminal e isso desestabiliza a família. O filme mostra como Elise, cheia de fé, e Didier, ateu, lidam com a situação. Eu não vou contar porque o filme traz reflexões, senão daria spoilers do final, mas se ficou curioso para saber, assiste, assiste! 😉

5- Como não perder essa mulher (2013)

Filme dirigido pelo lindo do Joseph Gordon-Levitt <3, mas que aqui no Brasil chegou com título de comédia romântica, o que o filme com certeza não é. Jon é o cara que foi criado acreditando no que via em filmes pronôs e Barbara, a mocinha que cresceu vendo filmes de princesa. Quando os dois se encontram, essa criação é questionada nos conflitos que ambos têm. O filme serve para pensar nesse mundo onde meninos e meninas são criados de formas diferentes e crescem acreditando naquilo que foi imposto como realidade de mundo para eles, de acordo com seu gênero… só que aí viram homens e mulheres que não conseguem lidar com o mundo real. Aliás, o mundo real está longe de ser o mundo ideal, de qualquer forma.

Anúncios

2 comentários sobre “Filmes para refletir

    1. Bia

      Filme difícil? ahuahua… eu ri!
      Assista o Tudo pode dar certo e você vai ver que não é assim um filme cabeça e ainda vai se divertir com as histórias malucas! 🙂

Preciso comentar esse post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s