Ficava sem graça quando…

A pessoa chega num país que não conhece bem e fica meio sem graça às vezes…

Semana 13 – Ficava sem graça quando…

1- Não entendia o sotaque

Não é novidade pra ninguém que o sotaque irlandês (ou os sotaques, já que há vários) pode ser bem chatinho de se entender, ainda mais no começo quando ainda não se está habituado. Eu estava muito acostumada ao sotaque americano quando cheguei lá e os meus primeiros meses foram terríveis toda vez que precisava falar com um nativo. Numa das minhas primeiras vezes no mercado, a caixa me perguntou se eu queria uma BAIG. What? BAIG. Ahn? BAIG. A bike? No, a BAG! ¬¬

2- Não conhecia  o equivalente em inglês britânico

Sim, eu era professora de inglês antes mesmo de ir para a Irlanda, mas o meu inglês era basicamente americano e eu tinha contato com o tal em filmes, livros e seriados e sabia aquele basicão do “é assim no inglês britânico”. Aí, a primeira vez que fui ao banco depositar meus euricos, eu fiquei meio perdida até sacar que lodgement era como eles falavam depósito. Ou então, quando comecei a cuidar dos meninos, tive que começar a falar nappies e cot ao invés de diaper e crib.

3- Elogiavam meu inglês

Quando comecei a fazer minhas primeiras entrevistas de emprego, chegava na casa da família, abria e boca e “Oh, your English is very good… have you lived in America? You sound American“. E onde meter a cara? Eu, definitivamente, não sou uma pessoa que sabe receber elogios – ou fico sem graça ou fico sem graça. Ou finjo que não é comigo.

4- Brincar com os loirinhos na frente dos pais

Não acontecia só com eles, nos EUA também tinha isso: eu sempre fico sem graça de interagir com as crianças na frente dos pais, simplesmente não sou a mesma pessoa. Quando ficava só com os meninos, eu era a pessoa mais retardada brincando com eles, daquelas que fica pegando, zoando e fazendo macaquices com os meninos; na frente dos pais, mal sabia como conversar com eles. Eh, muito besta!

5- Reclamar com flatmate folgado

Aquele flatmate que vai tomar banho com a água quente do boiler que você ligou ou que pega sua comida sem pedir ou que não lava a panela mesmo sabendo que esse é um item de uso comum ou joga as responsabilidades da casa para os outros ou [insira sua revolta aqui] e você, porque é um cara legal, fica sem graça de reclamar e causar um mal-estar na casa.

Anúncios

5 comentários sobre “Ficava sem graça quando…

  1. Bia, adorei esse post e me identifiquei muito com vários dos itens. Também fico sem graça de brincar com as meninas na frente dos pais, fico muito constrangida! Sobre reclamar com flatmates da casa, também fico sem graça e pra evitar conflito, fico na minha, mas a gente faz as tais reuniões em grupo porque aí dá pra reclamar no geral sem apontar dedos…
    Sotaque americano? Também tô acostumada a ouvir esse tipo de comentário, mas eu não fico muito sem graça não, eu fico contente! Sobre entender o sotaque irlandês, vamos dar as mãos, porque às vezes até hoje eu tenho dificuldade de entender a família do R….

Preciso comentar esse post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s