Eu não sou a mesma…

… e nem os meus cabelos!

No último post, eu escrevi de uma forma bem confusa e quase como um fluxo meu de consciência sobre os começos e recomeços da vida. Se vocês terminaram de ler o post e pensaram “tá, e daí?” eu só gostaria de dizer que eu estou pensando a mesma coisa. Para deixá-los menos confusos, o post de hoje é bem tangível, embora talvez não seja de interesse comum. Eh, é sobre cabelos!

O que cabelo tem a ver com intercâmbio, né, gente? Num mundo objetivo, nada. No meu mundo, tudo. Partindo daquele princípio do post anterior que todo começo vem do fim de um começo anterior, minha vida no Brasil é o começo do fim da minha vida na Irlanda, ao mesmo tempo em que é um recomeço, já que retomei atividades que já tinha antes de viajar, embora eu não seja a mesma Bia de antes do intercâmbio. Sacaram? Sou o mesmo ser externamente, só que interna e subjetivamente diferente inserido num meio que pouco mudou neste um ano fora. E onde entra o cabelo nessa história, gizuis?

É uma verdade universalmente conhecida que uma mulher (bem, nem todas – generalizar é burro) sente necessidade de mudar seu exterior quando algo ocorre no interior (ou quando enjoa e dá na telha mesmo). Eu estava mantendo um cabelo razoavelmente longo por alguns anos por pura teimosia, pois meus cabelos são muito finos e ralos, ou seja, sem personalidade nenhuma para serem longos, mas né, eu insistia. E por que? Porque eu sempre quis saber como é ter uma cabeleira grande, mas eu nunca consegui por razões já citadas – o cabelo não colabora.

Eu já cortei o cabelo curto algumas vezes, mas nunca o mantinha assim porque curto ele não cria pontas duplas tão rápido,

o que me fazia não procurar um salão por meses e quando o fazia, o dito cujo já estava passando do ombro e eu pedia só para aparar e assim, ele ia crescendo timidamente. Lembro os anos em que o deixei curtinho: 2010, 2007 e 2004. Mas era um curto chanel-reto-careta com a franjona de lado. Aliás, a tal da franjona que eu uso desde os 15 anos! Fora isso, nunca tive coragem de pintar as madeixas ou fazer luzes, reflexos, californianas, nada que mudasse a cor. Belo histórico capilar, né?

A volta ao Brasil, as mudanças, os recomeços me faziam me olhar no espelho e achar tudo muito sem graça. Achava porque estava. Pega esse cabelo:

A Iluminada
A Iluminada

Decidi, então, mudar tudo e procurar um salão mais descolado. Fui parar no Circus Hair da Augusta com alguns prints no celular de um cabelo que vi no youtube. Conversei um pouco com a hairstylist louca e ela começou a cortar minhas madeixas sem dó. Eu não senti dó também. Escolhemos uma cor para meus reflexos e ela encheu minha cabeça de papel. Finalmente, enxaguou e secou meu cabelo, tirou mais uns centímetros e começou a desfiá-lo sem pena. Na minha cabeça pensava como que ela podia estar cortando tanto cabelo se eu já quase não tinha… ia ficar parecendo um pinto molhado. Só que não!

O resultado final foi esse (a foto não é das melhores e não dá para ver os reflexos, mas já explico):

Desfiado!
Desfiado!

Ela manteve a parte da frente na altura da minha franjona que já estava bem crescida e não desfiou nada. Nas laterais e atrás ela foi passando a tesoura em tudo e tem mechas bem curtinhas mesmo- isto deu um efeito de mais volume e deu mais movimento ao cabelo. Eu não quis mudar radicalmente, então pedi para que ela fizesse os reflexos apenas por baixo- e não é loiro, é marrom- e, portanto, só dá para ver quando prendo os cabelos ou com o movimento ao andar ou bater um vento. Agora estão mais visíveis, pois após algumas lavagens, desbotou um pouco.

E desde então, todos os dias me olho no espelho e A-DO-RO ver meus cabelos curtos e desgrenhados! Pode parecer muito idiota, mas eu senti que eu precisava mudar alguma coisa no lado de fora para poder acompanhar a mudança do lado de dentro. 😉

“Você saiu de um corte careta para um moderninho clássico- perfeito!” 
by Hairstylist

Será que foi só o cabelo? 🙂

Anúncios

2 comentários sobre “Eu não sou a mesma…

Preciso comentar esse post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s