ECM

Eu estudei na ECM e acabei meu curso, oficialmente, no começo de abril. Já falei um pouco da escola aqui e aqui e achei que seria interessante fazer uma última avaliação da instituição (mesmo com 2,5 meses de atraso). Lembrando que qualquer porcaria coisa que eu escrevi reflete apenas a minha experiência estudando lá entre julho de 2012 e abril de 2013 (o curso tem 6 meses de duração, mas eu pedi férias, por isso terminei apenas em abril).

Aulas

Eu frequentei as aulas até a primeira semana de janeiro, quando fui viajar e logo em seguida, comecei a trabalhar. Pedi férias, voltei uma semana em fevereiro, pedi férias de novo, e voltei para terminar no fim de março. Até janeiro eu ia de manhã e tinha aulas com a russa (leia os posts anteriores sobre a escola para saber minha opinião sobre ela), mas quando voltei para terminar, fui à tarde e o professor era da Irlanda do Norte, com um sotaque bem okay e um senso de humor meio sarcástico. Ele ensinava muitas expressões e corrigia pronúncia e entonação, o que achei muito bom. Mas eu sou pentelha, né? E logo no primeiro dia fiz umas duas perguntas que ele não soube responder (essa é para aqueles que acham que professores nativos são os melhores porque, uhnnn, eles são nativos – como se todos os brasileiros tivessem um português impecável). Na mesma semana ele deu exercícios do CAE de Cambridge e comentei que eu havia feito o exame e passado, o que ele ignorou completamente. Resumindo: ele não foi com minha cara. Semanas depois, quando voltei para terminar o curso, ele me olhou com cara de desdém “Qual é o seu nome mesmo?“. Como eu já estava pouco me lixando para o curso, ignorei. Fazia os exercícios todos que ele pedia e assim fui até o fim. Na verdade, nas últimas semanas eu faltei mais do que fui. Já sem paciência, decidi solicitar meu certificado de conclusão de curso pelo site, mesmo sabendo que ainda faltavam duas semanas paras terminar. Para minha surpresa, a escola o emitiu. Fiz as contas e vi que, realmente, faltavam duas semanas para completar o curso, isso contando com as semanas que, teoricamente, a escola disse que eu estava de férias e pelo jeito, não estava. Se considerar que realmente estava e que estas semanas deveriam ser contadas, aí ficariam faltando umas 4 A questão é que eu paguei por 25 semanas e não usufruí de todas elas. Só que do jeito que eu estava entediada e sem paciência, eu adorei esta “falha” da escola.

Tipo eu estudando inglês na Irlanda
Tipo eu estudando inglês na Irlanda

Estrutura

Sei que a ECM estava passando por uma série de mudanças. O último andar do prédio estava sendo reformado para abrigar mais salas de aula, mudaram a sala de computadores e a biblioteca, além do atendimento ao aluno. Ainda assim, até quando estudei lá, a escola estava muito desorganizada. Lista de alunos, frequência, enfim, a escola não conseguia lidar com a quantidade de alunos que tinha.

Atividades extra

A ECM continua promovendo muitas atividades extras (ainda hoje recebo newsletter) e todo tipo de coisa para o aluno se inserir culturalmente no idioma e no país e ter chance de praticar inglês. Se sua prioridade, de fato, é aprender inglês, a ECM te dará muitas oportunidades de praticá-lo fora de aula.

Brasileiros

Ainda havia muitos brasileiros quando terminei, mas uruguaios e venezuelanos estavam aparecendo aos montes também e relatos de amigos que frequentaram as aulas lá há até pouco tempo dão conta de ouvir muito mais espanhol na hora do intervalo no corredor do que português. Claro, você não acha que os alunos falam inglês o tempo todo, né?

Conclusão

Hoje penso que não deveria ter escolhido a ECM, mas não pela questão da qualidade, mas porque paguei por algo que não precisava. É do conhecimento de todos que há escolas aqui que estão mais para emissoras de vistos do que para instituições de ensino (a ECM não chega a esse ponto). Eu deveira ter escolhido a mais barata delas apenas para ficar legalmente no país, já que as aulas da ECM não melhoraram meu inglês em nada e não me auxiliaram nos exames de Cambridge. A maioria dos professores da escola são muito competentes e eu a recomendaria para quem quer aprender inglês, sim. A escola falhou demais na organização, mas sei de fontes confiáveis que estão se esforçando muito para melhorar sua estrutura e creio que a tendência é ficar melhor (porque pior do que estava também não dá, né?). A ECM é uma escola “meio-termo”, não é excelente, mas está longe de ser uma escolinha de inglês.

Anúncios

3 comentários sobre “ECM

  1. Legal o relato da ECM Bia, estarei indo em Janeiro para estudar ai.
    Tem pouca coisa sobre a ECM, pelo menos de material atualizado, só achei alguns entrevistas velhas. Já copiei o link em alguns grupos que participo, para que o pessoal dê uma olhada também. ;D

    1. Bia

      Que bom que gostou, Rafael! Como escrevi, esta é a minha experiência com a escola e sei que estão mudando muita coisa por lá. Espero que dê tudo certo pra você.

Preciso comentar esse post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s