Berlin, Alemanha IV

Para terminar o segundo dia em Berlin, fui para Nikolaiviertel, que é área mais antiga de Berlin e onde a cidade se originou. Na Idade Média, a região era uma rota de comércio e foi onde comerciantes e artesãos se estabeleceram. A região foi preservada por séculos até os bombardeios da Segunda Guerra. O que há lá hoje, é uma mistura de construções históricas e réplicas das que foram destruídas.

Nikolaiviertel
Nikolaiviertel

As casinhas da região parecem que pararam no tempo, mas, ao mesmo tempo em que preserva seus prédios históricos, a região também é o lugar de restaurantes, barzinhos e lojinhas de souvenirs.

Ao voltar para o hostel, meu corpo já dava sinais de cansaço. Viajar é muito bom, mas cansa demais! Olhando os panfletos na recepção do hostel me interessei por um lugar próximo a cidade e depois de umas pesquisas na internet, ficou decidido que seria o primeiro passeio do dia seguinte. No próximo post eu conto sobre esta visita.

No terceiro e último dia em Berlin, depois do tal passeio que estou fazendo cu doce  mistério para contar, retornei a cidade para ver o que faltava do meu roteiro. O problema é que o passeio da manhã durou mais tempo do que eu pensava e estava de volta em Berlin às 14h e pouco e teria que ir para o aeroporto, no máximo, às 18h30. Visitei um Memorial aos Soldados Mortos da União Soviética e segui para a Siegessaule, a Coluna Vitória.

Memorial
Memorial

A Coluna Vitória foi construída para comemorar a vitória da Prússia sobre a Dinamarca em 1864 e a estátua foi adicionada pouco tempo depois. A estátua fica de costas para o Brandenburger Tor, onde eu estava, então tive que caminhar alguns quilômetros para poder fotografá-la de frente, aquele tipo de coisa que você faz quando está viajando e pensa que não terá a oportunidade de estar na cidade novamente, aí vence o cansaço e a dor nos pés.

Coluna Vitória
Coluna Vitória
Valeu a caminhada
Valeu a caminhada

A intenção era visitar o Museu de História Alemã em seguida, mas o tempo estava apertado e entrar no museu só para dizer que entrou também não é interessante, então, infelizmente, tive que deixar a visita para outra oportunidade. Andei um pouco mais pela cidade e tirei mais algumas fotos clássicas com o Muro de Berlin.

A foto clássica
A foto clássica

No subsolo do Memorial aos Judeu Assassinados da Europa há um museu e esta foi a última parada da viagem. O museu é dividido por temas, digamos assim. No começo há um longo painel explicando o início da Segunda Guerra e todas as implicações que ela teve na vida dos judeus. No ambiente seguinte há vários trechos de cartas, postais e relatos de pessoas que passaram ou têm alguma relação com os campos de concentração. Alguns trechos são muito tocantes.

Escrito por uma menina de 12 anos
Escrito por uma menina de 12 anos

Na exposição seguinte há a história de 15 famílias judias de diversas partes da Europa. Ficamos sabendo como aquela família vivia até ter sua paz perturbada pelos nazistas. Há fotos de família e uma breve explicação do destino de cada um. A maioria não sobreviveu ao Holocausto.

Uma das famílias
Uma das famílias

No último ambiente do museu, a sala é escura e os nomes das vítimas são projetados na parede. Uma voz conta um resumo da vida de cada pessoa e as circunstâncias de sua morte, quando conhecida.

...

Terminada a visita, segui para o aeroporto para voltar para cas… ops, Dublin! 😉

Berlin, com certeza, é umas das cidades que mais gostei de visitar e embora tenha ficado 3 dias, com certeza poderia ter ficado mais 1 ou 2 e ainda teria muito o que fazer. A cidade é relativamente barata (paguei 9 euros num prato principal com bebiba em um restaurante italiano, por exemplo), muito bonita, o sistema de transporte funciona 24h e o único incoveniente é que eles falam alemão (haha, né?).

Não achei os souvenirs muito baratos comparando com outros lugares da Europa e algo muito interessante é que, mesmo 23 anos depois da queda, as lojinhas vendem pedaços de concreto que alegam ser pedaços do muro de Berlin. Você acredita nisso? 🙂

Linda até nos detalhes!
Linda até nos detalhes!
Anúncios

9 comentários sobre “Berlin, Alemanha IV

    1. Olá, Bárbara!

      Finalmente consegui um contato com você rs…
      Só passando para dizer que o Verena mudou para um domínio próprio (.com) e gostaríamos que contar com sua presença lá. Para isso, você precisará se inscrever novamente no novo site.

      Obrigado. Continue fazendo suas barbaridades (que vou lendo aos poucos rs)

Preciso comentar esse post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s