CSI Dublin

Quem acompanha sempre o blog deve ter percebido que sumi, já que o último post já tem quase uma semana. É que fica um pouco difícil para uma blogueira escrever sem seu laptop… que foi roubado!

O caso

– Alô!
– Bia, você não acredita! Entraram em casa e levaram tudo!
– Mentira!

Na última segunda-feira a casa onde moro foi arrombada e levaram todos os laptops. Sim, isso mesmo, invadiram minha casa e roubaram meu laptop!

Estava voltando do trabalho quando um dos flatmates me ligou. Eu não consegui acreditar, só pensei nas fotos e nos arquivos que tinha no laptop. Liguei para a B., a mãe das crianças, perguntando o que poderia fazer. Ela me orientou a ligar para o 999, o número de emergência da Irlanda.

Nenhum dos moradores estava em casa e durante o dia, alguém arrombou a porta (aqui não existe a cultura do portão, logo, a porta dá direto para a rua) e roubou apenas nossos laptops. Não levaram câmeras, não reviraram a casa à procura de dinheiro ou outros objetos de valor. Só queriam nossos preciosos laptops.

A GARDA

Liguei para o 999, que me redirecionou para GARDA, a polícia irlandesa, e 30 minutos depois dois policiais vieram em casa. Olharam a “cena do crime”, vulgo “quartos”, pediram algumas informações e detalhes dos laptops furtados. Eu não sabia se ria ou chorava quando um dos policiais me disse que eu deveria ligar dando todos os dados do laptop para eles colocarem no sistema, pois caso o achasse, me ligariam para devolver. Tipo, há a possibilidade de ele ser achado? 😦

Os detetives

Logo depois, os detetives da GARDA vieram procurar indícios do fdp desgraçado indivíduo que invadiu a casa. Nesta hora eu me senti num episódio de CSI. Dois homens com maletas procurando digitais pela casa. Mas não deu em nada: o cretino indivíduo usou luvas e não deixou rastros.

A ficha caiu

Eu fiquei muito chateada. Meu desânimo foi tanto que pensei em voltar para o Brasil já. Nunca me aconteceu isso por lá e eu não vim para a Europa para ser furtada. Era só isso que eu pensava. Dormi muito mal naquela noite, ficava imaginando um bastardo indivíduo entrando no meu quarto e pegando meu laptop de cima da cama. No dia seguinte, a esperança de chegar em casa e ver meu velho Dell em cima da cama ainda vivia, mas ele não estava lá. Anos de downloads de música, fotos, arquivos e trabalhos freelancers que eu faço se foram. E assim como o passaporte, não me deixaram bilhete de despedida também.

O apoio

A família para qual trabalho é realmente maravilhosa, e no mesmo dia me ligaram à noite para saber como eu estava e se eu queria que eles me buscassem para dormir na casa deles. Claro que não aceitei, mas fiquei feliz com a atitude. Eles deixaram o laptop deles para eu usar e me emprestaram o iPad para não ficar sem net em casa. Pessoas lindas: sim ou claro?

Além disso, após fazer muito drama no Facebook, um amigo se comoveu comigo e me doou um tablet que ele não usava mais. Não substitui um laptop, mas quebra um galho e a atitude dispensa comentários.

Quem entrou em casa fez tudo muito rápido, tanto é que um dos laptops não foi roubado simplesmente porque não estava visível (estava do lado da cama, do lado contrário da porta). O meu e os outros estavam em cima da cama, visíveis. O corno desgraçado indivíduo não se deu ao trabalho de procurar nada, levou o que viu. Com certeza vai trocar por drogas…

Na mesma semana, o e-Dublin publicou uma matéria sobre furtos na cidade. Eh, esqueçam esta história de que na Europa é tudo maravilhoso. Eu nunca tive essa ilusão, mas não esperava ter conhecimento de causa para falar a respeito!

Rindo da própria desgraça

Para descontrair um pouco, um amigo me enviou esta matéria sobre um laptop roubado em Londres que começou a mandar fotos de seus novos donos no Irã! Infelizmente, eu não tinha nenhum programa espião ou algo do tipo no meu laptop e jamais saberei de seu paradeiro, mas por um momento pensei que o danadinho pode começar a viajar mais do que eu!

Anúncios

6 comentários sobre “CSI Dublin

  1. Cely

    Oh, Céus, Bia!!!! Horrível mesmo!!! Nem tanto pelo note que vc compraria outro… Mas pelos arquivos perdidos! Fiquei triste por vc! Bjs.

  2. Ai, Bia. Fiquei muito chateada pelo que houve, muito mesmo. O foda é perder os arquivos e fotos… eu tento sempre ter dois backups das coisas porque morro de medo de perder, mas a gente nunca tem tudo salvo, né?
    Pelo menos ainda existem pessoas bacanas, como a família que você trabalha e o seu amigo que te ajudou com o tablet! 😉
    Força aí!

  3. Coisas curiosas:
    – Uma família super gente boa
    – Policiais que fizeram um verdadeiro CSI na sua casa com direito a impressões digitais (isso NUNCA aconteceria aqui no Brasil em caso de furto de um eletrônico).
    – Um tablet fazendo as vezes rs

Preciso comentar esse post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s