Consumismo

Todo mundo sabe que nos EUA se comemora o Thanksgiving e no dia seguinte tem a Black Friday, o dia em que as lojas fazem super promoções. Quando eu morava lá, passei o feriado em New York com a hostfamily. Resumindo, não comprei nada, primeiro porque não estava precisando e segundo, porque sei lá, não estava com grana a fim.

Na terra dos leprechauns não tem Thanksgiving, portanto, o Natal é o feriado mais importante e no dia seguinte, também conhecido como HOJE, as lojas começam a temporada de liquidações. Dizem que hoje é o melhor dia para barganhar, mas as promoções vão até janeiro.

Eu não estou com tanto dinheiro assim para gastar, mas saí para ver como estava o movimento. Não comprei muita coisa, mas os preços estavam bacanas mesmo. Claro, nem todas as lojas estavam no clima (algumas  nem abriram hoje) e nem tudo dentro da loja estava com desconto, mas deu para se divertir um pouco.

Obviamente, a promoção está no bolso de quem vê. Eu cheguei a ver este mega desconto da foto abaixo, mas ainda assim, está completamente fora da minha realidade!

Apenas 600 euros, não é mesmo?
Apenas 600 euros, não é mesmo?

Voltando ao mundo que pertenço, comprei uma saia preta na H&M por 7 euros. Na verdade, ela estava de 20 por 10 euros, mas notei que havia um pequeno defeitinho na peça e mostrei na hora de pagar. A caixa olhou e disse que poderia me fazer por 7 euros, se eu quisesse. Nem preciso comentar que já tentei fazer isso no Brasil e não colou, né? Irlanda, sua linda.

Acabei comprando também um casaco lindinho na Forever21 por puro consumismo mesmo, assumo e não me arrependo! Eu não precisava de um casaco novo (pense que eu já trouxe vários do Brasil) e não é o tipo de casaco que te protege de verdade do frio europeu, mas com certeza usarei muito quando voltar para a terra da chuva torrencial garoa. Acompanhe comigo: na etiqueta mostrava que o casaco custava 32 euros, mas estava pela metade do preço, 16 . Eu já fui toda feliz pagar, mas felicidade eu tive mesmo quando o caixa disse “8 euros”. Eu ainda confirmei se havia ouvido corretamente. “Sim, está pela metade do preço da etiqueta”. Fiz um ótimo negócio, não?

Dei uma passada na Penneys, que também estava com algumas promoções. Cheguei a pegar um sobretudo de lã que estava de 40 por 20 euros, mas ele não ficou muito bom em mim e resolvi não levar. A farmácia/perfumaria Boots estava com ótimas promoções de perfumes pela metade do preço e acabei ganhando meu presente de Natal! 🙂

Agora não sei se devo entrar numa loja sempre que puder para procurar barganhas ou se fujo de todas elas e evito gastar meus euricos. Dilema que me acompanhará até janeiro. Oremos.

Anúncios

3 comentários sobre “Consumismo

Preciso comentar esse post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s