Bia, the Grinch ou O Natal irlandês

We wish you a merry Christmas!

Vou confessar que não sou fã de Natal, não é uma data especial para mim e não simboliza nada. No meu primeiro Natal longe de casa, passei com uma família de judeus que me levou para jantar num restaurante chinês como se fosse um dia como outro qualquer. Confesso que nem liguei, não para isso. Liguei de estar longe de tudo e de todos num feriado, já que até minhas amigas de Denver estavam viajando.

Fato superado, estou no meu segundo Natal não-brasileiro. Como me sinto estando longe do Brasil? Do mesmo jeito que me sinto todos os dias, oras! Felizmente, aqui não preciso assistir aquelas reportagens do SPTV dizendo que a indústria espera um aumento de x% no consumo este ano ou o Jornal Hoje ensinando a fazer guirlanda com bala de menta ou as vinhetas de Natal com o mesmo mimimi de sempre.

Deixando meu lado Grinch de lado, vamos falar de coisa boa?

Embora seja um feriado cristão, há algumas diferenças entre o Natal brasileiro e o irlandês. Apesar de a cidade estar toda enfeitada, com muitas árvores de Natal espalhadas pela rua, me parece que em São Paulo as coisas têm proporções muito maiores (talvez porque uma das principais avenidas da cidade, a Paulista, vire um palco do Papai Noel, talvez…). O consumismo é praticamente o mesmo. Não temos a 25 de março aqui, mas as ruas de comércio que, (in)felizmente ficam próximas a ECM, estavam bombando e eu tive que ter muita paciência para voltar da aula tendo que me desviar de tanta gente pelo caminho. E ainda falam de crise!

E ainda disseram que eu estava na pior... se isto é estar na pior, pohã! - Henry Street
E ainda disseram que eu estava na pior… se isto é estar na pior, pohã! – Henry Street

Um fato muito curioso é que há algumas semanas comecei a ver sweaters com temas natalinos à venda. Isso mesmo. Com desenho de rena, boneco de neve, Papai Noel e até com luzinhas pisca-pisca. Pensei “Mas quem vai sair brega assim na rua?”. Respostas: todo e qualquer irlandês. E não apenas para ir ao mercado comprar pão, mas até nas baladinhas da vida. Se eu não tivesse visto com meus próprios olhos, não acreditaria. E nem os carros escaparam. Confira comigo!

Escolhe o seu e arrase na balada!
Escolha o seu e arrase na balada!
Notou o nariz e chifres de rena?
Notou o nariz e chifres de rena?

Porém, vou confessar que eu gostei muito de ver as vitrines das lojas decoradas para a data, com toda aquela neve fake (já que não nevou por aqui mesmo,vejamos as vitrines, pelo menos!).

DSC00932 DSC00933 DSC00936 DSC00937 DSC00946 DSC00961 DSC00962 DSC00963 DSC00965 DSC00969 IMG048 IMG052 IMG063 IMG064 IMG068 IMG089

E para não passar em branco, a seleta comunidade brasileira da qual faço parte aqui na ilha verde resolveu se reunir para celebrar entre amigos o Natal, com muita comida, bebida e… comida!

So this is Christamas...
So this is Christmas…

Até o fechamento deste post, esta foi a melhor foto que consegui da noite de comilança.

Merry Christmas!!!

Anúncios

6 comentários sobre “Bia, the Grinch ou O Natal irlandês

  1. Eu não sou católica, também não ligo muito pro simbolismo do Natal, mas gosto muito de estar com a família, comer coisinhas gostosas e tal.

    Só que não tem como não gostar de ver essas fotos lindas, com neve nas vitrines, pessoas entrando totalmente no clima e vestindo sweaters natalinos! ❤ Muito legal!

  2. rickmartins

    Tb não ligo mto pro Natal, mas não vejo a hora de ter a oportunidade de passar um fora do Brasil.

    Por favor, faça um post de ANO NOVO! =D

Preciso comentar esse post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s