Dublin Culture Night

Dublin é uma cidade pequena com cerca de 1,5 milhões de habitantes. Porém, a cidade tem uma vida cultural e noturna bem agitada. Admito que não vi muita coisa, mas ainda tenho muito tempo.

No última dia 21 de setembro aconteceu o “Dublin Culture Night”, que é um evento anual, assim como a Virada Cultural de São Paulo. Neste dia, entre 17h e 0h, todos os pontos culturais e/ou turísticos são abertos a visitação gratuitamente.

No site oficial do evento, é possível ver o mapa da cidade com os eventos e os horários. Apesar de o próximo acontecer apenas em 2013, o site é um bom guia para quem quer visitar Dublin, já que quase todas as atrações estão listadas nele.

Eu não me programei para o evento e fui com o “fluxo”. Consegui visitar a destilaria Jameson, a biblioteca da Trinity College e cheguei a entrar na fila do Museu de Cera, mas não consegui entrar. Eh, como o evento é gratuito, muita gente sai de casa e as filas são inevitáveis!

Parada 1 – Leprechaun Museum

Como eu quase não falo de leprechauns neste blog, vocês devem imaginar que eu nem tinha vontade de conhecer este museu que fica bem em frente à minha escola. Cheguei lá e tadá: descobri que a visita deveria ter sido agendada pelo site com antecedência. Eh, não foi desta vez…

Parada 2 – Jameson Distillery

Já que não deu para entrar no museu e a destilaria ficava perto, fomos para lá. Não é muito grande, mas o probleminha é que como se tratava de visitação gratuita, não havia guia para explicar o processo de fabricação do whiskey. Aí você fica com aquela sensação de ‘ok, visitei o lugar, mas não aprendi nada’. Não que minha vida fosse mudar muito porque eu descobri como a Jameson fabrica whiskey, mas, pelo menos, aumentaria meu conteúdo de cultural inútil, sabe? 😛
Ah, a entrada na destilaria dava direito a um copo de Sprite com 2 gotas de whiskey! Sacou?

Parada 3 – Trinity College Library

Para entrar na biblioteca da Trinity, onde está o famoso Livro de Kells, paga-se 10 euros. Na visitação gratuita, não tinha guia. Ou seja, novamente aquela sensação de ‘ok, vi, mas não aprendi nada’. E neste caso, nem seria tão cultura inútil assim. Eu não me ligo muito em Harry Potter (embora tenha lido todos os livros, menos o último) e muito menos nos filmes (me desculpem, mas acho chato! #prontofalei), mas a galera estava me falando que nesta biblioteca foi gravada alguma cena de algum filme da saga. Bem, o cenário realmente parecia de filme de Harry Potter.
Detalhe que não é permitido fotografar dentro da biblioteca, mas com a quantidade de gente dentro, foi impossível impedir alguns flashes. Inclusive os meus.

Parada 4 – Wax Museum

Eu visitei o museu de cera de New York e achei o máximo, mas nunca tive muita vontade de visitar o de Dublin. Como era de graça, entramos na fila, porém depois de uns 15 minutos, nos avisaram que o museu estava fechado!

Foi uma noite interessante, mas foi um pouco como levar “gato por lebre” também: você pode entrar de graça nas atrações pagas, mas não faz uma visita decente. Pelo menos, agora sei que vale a pena fazer o tour guiado por alguns lugares.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Um comentário sobre “Dublin Culture Night

Preciso comentar esse post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s