O sistema bancário irlandês

Antes de ler este post, pare e pense um pouco no sistema bancário brasileiro. Pensou? Agora esqueça tudo que você sabe sobre bancos e conheça o fabuloso sistema bancário irlandês.

Para poder tirar o visto de estudante, dentre outras coisas, é necessário ter uma conta no banco. Por que? Porque você precisa de um extrato bancário provando que você tem 3 mil euricos na conta, só isso. Os estudantes costumam abrir conta no Bank of Ireland (vulgo BOI) ou no AIB (banco escolhido pela pessoa que vos escreve).

Para abrir a conta é só levar um documento de identificação (no caso, o passaporte) e um comprovante de residência (o que significa que você já precisa ter um endereço fixo na Irlanda). Até aí, nenhuma novidade.

O funcionário vai te cadastrar no sistema e abrir uma conta de estudante para você. Aí começa a novidade. Primeiro, que você não vai cadastrar sua senha lá na hora. Segundo, você não sai do banco com um cartão provisório. Tudo que você ganha é um papel do banco informando o número da sua conta e o aviso de que “em 3 ou 4 dias úteis você receberá sua senha e cerca de 1 ou 2 dias depois, o seu cartão”. Sim, Brasil, os correios irlandeses são tão seguros e confiáveis que o banco vai mandar a sua senha (escolhida por eles) pelo correio. E em seguida, seu cartão des-blo-que-a-do. Nessa brincadeira, você vai ficar, pelo menos, uma semana sem poder usar sua conta.

Aí que você esperou, pacientemente, tudo isso acontecer. Foi ao banco e depositou seus 3 mil euros suados e precisa tirar um extrato para levar na imigração e pegar seu visto. É só imprimir no caixa eletrônico? Ok, só que por motivos de segurança (?), seus dados não vêm impressos neste extrato, então, teoricamente (explicarei isso num outro post) este extrato não será aceito na imigração. O que você faz? Vai ao banco e solicita um extrato, que, novamente, chegará pelo correio num prazo de 5 dias úteis. Resumindo, entre abrir sua conta e conseguir o bendito extrato para ir à imigração, já morrem duas semanas. Levando-se em consideração que você vai levar, em média, uma semana para conseguir um endereço fixo, não espere que sua situação na Irlanda seja regularizada em menos de 3 semanas. E isso se você for rápido, muito rápido.

Mas não basta ser correntista de banco irlandês, você quer usar internet banking (eu quis, sou phyna). Você não achou que seria só entrar no site do banco e fazer um cadastro, né? Você vai até a agência e se cadastra pelo telefone. Depois de ficar 10 minutos provando para o atendente que você é você, ele vai te passar um número de acesso (pois, por algum motivo não revelado, o número da sua conta não serve para este fim), e pedir para cadastrar uma senha no teclado do telefone. O que levanta a questão: se eles têm a tecnologia de cadastro de senhas por telefone, porque ela não existe nas agências? Feito isto, você está apto para usar seu banco pela internet também.

O que é muito curioso, além de não ter os dados do correntista no extrato impresso no caixa, é que no seu cartão do banco também não está escrito o número da sua conta. Seria por motivos de segurança novamente?

Mas, aparentemente, não há nenhum problema de segurança em haver caixas eletrônicos como este, no meio da rua:

Recomendação para sua segurança: cubra o teclado quando estiver digitando sua senha!

E por falar em segurança, se você detesta ser barrado nas portas giratórias por causa do seu guarda-chuva, suas chaves, suas moedas ou seus pinos (mas nunca seu revólver), venha mesmo para a Ilha Esmeralda. Eles desenvolveram um avançado sistema para controlar a entrada e saída de clientes das agências. Basicamente, existem duas portas. Ao abrir a primeira, você ficará preso até que ela se feche e, então, a segunda porta será desbloqueada e você terá acesso a agência. Para sair, é o mesmo processo. Cara, eu nunca pensaria numa coisa dessas!

E este é o sensacional sistema bancário irlandês!

Anúncios

3 comentários sobre “O sistema bancário irlandês

  1. Projeto Verena

    Poxa…. muito curioso este post. Gostei mesmo… veja ess texto de uma Holandesa falando sobre o Brasil:

    “Os brasileiros acham que o mundo todo presta, menos o Brasil, e
    realmente parece que é um vício falar mal do Brasil. Todo lugar tem
    seus pontos positivos e negativos, mas no exterior eles maximizam os
    positivos, enquanto no Brasil se maximizam os negativos. Aqui, na
    Holanda, os resultados das eleições demoram horrores porque não há
    nada automatizado. Só existe uma companhia telefônica e pasmem: Se
    você ligar reclamando do serviço, corre o risco de ter seu telefone
    temporariamente desconectado.

    Nos Estados Unidos e na Europa, ninguém tem o hábito de enrolar o
    sanduíche em um guardanapo – ou de lavar as mãos antes de comer. Nas
    padarias, feiras e açougues europeus, os atendentes recebem o dinheiro
    e com mesma mão suja entregam o pão ou a carne.
    Em Londres, existe um lugar famosíssimo que vende batatas fritas
    enroladas em folhas de jornal – e tem fila na porta.
    Na Europa, não-fumante é minoria. Se pedir mesa de não-fumante, o
    garçom ri na sua cara, porque não existe. Fumam até em elevador.
    Em Paris, os garçons são conhecidos por seu mau humor e grosseria e
    qualquer garçom de botequim no Brasil podia ir pra lá dar aulas de
    ‘Como conquistar o Cliente’.
    Você sabe como as grandes potências fazem para destruir um povo?
    Impõem suas crenças e cultura. Se você parar para observar, em todo
    filme dos EUA a bandeira nacional aparece, e geralmente na hora em que
    estamos emocionados.

    Vocês têm uma língua que, apesar de não se parecer quase nada com a
    língua portuguesa, é chamada de língua portuguesa, enquanto que as
    empresas de software a chamam de português brasileiro, porque não
    conseguem se comunicar com os seus usuários brasileiros através da
    língua Portuguesa. Os brasileiros são vitimas de vários crimes contra
    a pátria, crenças, cultura, língua, etc. Os brasileiros mais
    esclarecidos sabem que têm muitas razões para resgatar suas raízes
    culturais.

    Os dados são da Antropos Consulting:
    1. O Brasil é o país que tem tido maior sucesso no combate à AIDS e de
    outras doenças sexualmente transmissíveis, e vem sendo exemplo
    mundial.
    2. O Brasil é o único país do hemisfério sul que está participando do
    Projeto Genoma.
    3. Numa pesquisa envolvendo 50 cidades de diversos países, a cidade do
    Rio de Janeiro foi considerada a mais solidária.
    4. Nas eleições de 2000, o sistema do Tribunal Regional Eleitoral
    (TRE) estava informatizado em todas as regiões do Brasil, com
    resultados em menos de 24 horas depois do início das apurações. O
    modelo chamou a atenção de uma das maiores potências mundiais: os
    Estados Unidos, onde a apuração dos votos teve que ser refeita várias
    vezes, atrasando o resultado e colocando em xeque a credibilidade do
    processo.
    5. Mesmo sendo um país em desenvolvimento, os internautas brasileiros
    representam uma fatia de 40% do mercado na América Latina.
    6. No Brasil, há 14 fábricas de veículos instaladas e outras 4 se
    instalando, enquanto alguns países vizinhos não possuem nenhuma.
    7. Das crianças e adolescentes entre 7 a 14 anos, 97,3% estão estudando.
    8. O mercado de telefones celulares do Brasil é o segundo do mundo,
    com 650 mil novas habilitações a cada mês.
    9. Telefonia fixa, o país ocupa a quinta posição em número de linhas
    instaladas..
    10. Das empresas brasileiras, 6.890 possuem certificado de qualidade
    ISO-9000, maior número entre os países em desenvolvimento. No México,
    são apenas 300 empresas e 265 na Argentina.
    11. O Brasil é o segundo maior mercado de jatos e helicópteros executivos.

    Por que vocês têm esse vício de só falar mal do Brasil?

    1. Por que não se orgulham em dizer que o mercado editorial de livros
    é maior do que o da Itália, com mais de 50 mil títulos novos a cada
    ano?
    2. Que têm o mais moderno sistema bancário do planeta?
    3. Que suas AGÊNCIAS DE PUBLICIDADE ganham os melhores e maiores
    prêmios mundiais? 🙂
    4. Por que não falam que são o país mais empreendedor do mundo e que
    mais de 70% dos brasileiros, pobres e ricos, dedicam considerável
    parte de seu tempo em trabalhos voluntários?
    5. Por que não dizem que são hoje a terceira maior democracia do mundo?
    6. Que apesar de todas as mazelas, o Congresso está punindo seus
    próprios membros, o que raramente ocorre em outros países ditos
    civilizados?
    7. Por que não se lembram que o povo brasileiro é um povo
    hospitaleiro, que se esforça para falar a língua dos turistas,
    gesticula e não mede esforços para atendê-los bem? Por que não se
    orgulham de ser um povo que faz piada da própria desgraça e que
    enfrenta os desgostos sambando?

    É! O Brasil é um país abençoado de fato. Bendito este povo, que possui
    a magia de unir todas as raças, de todos os credos. Bendito este povo,
    que sabe entender todos os sotaques. Bendito este povo, que oferece
    todos os tipos de climas para contentar toda gente. Bendita seja,
    querida pátria chamada BRASIL!”

  2. Carina

    Olá 🙂 Estou a adorar ler acerca das tuas experiências na Irlanda. Este post sobre o sistema bancário reflecte as diferenças entre a Europa e o Brasil, não é verdade? Sou de Portugal e aqui temos precisamente o mesmo sistema de abertura de contas, obtenção de cartão bancário e activação de Net-Banking. A questão das portas duplas (uma abrir após a outra) também existe por cá… São tudo situações que visam aumentar a segurança das operações e nós (Europeus) estamos mais do que habituados, mas acredito que no Brasil as coisas funcionem de modo diferente (algumas melhor, outras pior) e agora custa um pouco habituar.
    Os caixas multibanco existem por todo o lado e são muito seguros… De perferência opta pelos caixas multibanco que estão dentro dos edifícios bancários porque aí existem câmaras de vídeo e dão-te mais segurança do que no meio da rua.
    Espero que a tua experiência pela Irlanda continue maravilhosa. Irei passear pela Ilha Esmeralda dentro de 2 semanas e estou ansiosa 🙂
    Bj,.
    Carina

    1. Bia

      Olá, Carina!
      Obrigada pea visita!
      Quando cheguei aqui achei muito diferente a forma como os bancos funcionam. O Brasil tem um dos melhores sistemas bancários do mundo e apesar de ser um país de 3º mundo, nosso sistema bancários é muito rápido, eficiente e seguro.
      A questão da porta dupla funciona bem na realidade europeia, mas no Brasil todos os bancos têm detector de metais e somos barrados na porta até se tivermos com moedas no bolso! Este foi meu estranhamento.
      Já os caixas eletrônicos que ficam na rua é algo inimaginável nas grandes cidades brasileiras. Caixas eletrônicos tão todos dentro de agências e muitos bancos só permitem o acesso à agência a partir das 22h se a pessoa inserir o cartão num dispositivo que há na porta para verificar se a pessoa é mesmo um cliente. Acho que tudo isso é um reflexo da sociedade europeia em geral e da brasileira e os respectivos sistemas bancários apenas “acompanham”.
      Espero que curta morar aqui na Ilha Esmeralda! 🙂

Preciso comentar esse post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s