Moda irlandesa, tempo bipolar e Penneys

Depois de algumas viagens nesse mundão, às vezes eu consigo reconhecer brasileiros ou americanos pelo jeito de se vestir. Claro, nem todos são iguais e têm o mesmo estilo, mas tem algumas coisas que identificam um brasileiro ou um americano no meio da multidão, por exemplo. Você admitindo ou não, o jeito de se vestir também reflete a cultura e os costumes de um país, e por mais estiloso e original que você pense ser, você tem um toque brasileiro.

Dito isto, estou me perguntando como surgiu a moda irlandesa do momento. Percebi que as meninas daqui gostam muito de usar meia-calça escura com saia ou vestido, por exemplo, mas o que me intriga mesmo é isto:

Repare na irlandesa do meio. Sim, ela está com a bunda de fora.

Já vi muitas meninas andando com esses shortinhos e meia-calça. Aí você para e pensa “What the fuck? Por que você tá mostrando a bunda na rua, menina?”

Não bastasse isso, tem a moda do pijama. Até me perguntei se ontem era o Pyjamas Day, porque vi tanta gente andando com roupas de dormir na rua que custei a acreditar que isso era moda também:

A crise está tão ruim assim? 

Claro, só vi jovens e adolescentes vestindo pijamas (naquela idade que a gente ainda não tem bem a noção do ridículo), mas que é estranho, é. Pelo menos sei que se um dia estiver com preguiça e sair na rua assim, ninguém vai ligar.

De pijama eu nunca saio, mas só coloco minhas pernas de fora quando tenho quase certeza de que o tempo vai continuar quente (mas só as pernas, a bunda não). Mas isso é um problema aqui em Dublin: o tempo é bipolar. Aí você, paulistano, vai me dizer que em São Paulo é assim também. Só que em Sampa City o tempo muda durante o dia, mas de forma constante. O dia começa frio pra caramba, esquenta muito no almoço e esfria de novo a noite. Andei por 20 minutos em Dublin hoje e neste período de tempo senti calor, frio, choveu, parou e saiu sol… e o ciclo se repetiu novamente. Reclama da tua vidinha paulistana, reclama. Simplesmente não dá para confiar no tempo para se programar.

Mas agora vamos falar de coisa boa?

A loja mais querida dos brasileiros!

A Penneys (lê-se “penis”… pois é!) é uma loja de departamentos que vende tudo a preço de banana e, portanto, os brasileiros pira adoram fazer comprinhas nesta loja. Eu estava resistindo aos encantos da Penneys (sem trocadilhos aqui, por favor), mas precisei entrar na loja para comprar uma toalha (6 euricos) e acabei levando um kit com 7 pares de meia por 3 euricos e me joguei numa jaqueta de couro (sintético, claro) de 25 euros. Mas Penneys agora só quando eu estiver trabalhando, porque te contar que ganhar em real e gastar em euros não é muito legal. Tem até um sábio provérbio que diz que “quem converte, não se diverte”, mas prefiro não me divertir por enquanto. Aliás, não posso.

That’s all! Volto quando tiver mais o que contar (ou seja, logo logo).

Anúncios

7 comentários sobre “Moda irlandesa, tempo bipolar e Penneys

  1. nadalem

    Essa do pijama eu já tinha lido em alguns blogs. A da meia-calça também, mas sem a parte da bunda de fora (WTF?! Como assim?!).

    Eu sou paulistana e vivo me gabando que sobreviverei de boa com o clima irlandês, mas é bom ir me preparando, né não?!

    Tô rindo muito com seus posts! 😉

Preciso comentar esse post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s