Expectativas

Eu fuço muito a internet e descubro coisas que nem eu entendo como achei. Numa dessas, achei o DublinBR, que é uma rede social voltada para quem tem interesse de ir para a Irlanda ou já está lá. Apesar de já existir várias comunidades a respeito no aqui jaz orkut e algumas páginas no Facebook, o que chama atenção no site é poder reunir pessoas que têm o mesmo interesse de uma forma mais simples e objetiva.
A ideia é recente e uma das propostas é reunir textos dos usuários sobre temas específicos para poder compartilhar experiências e também ajudar aqueles que estão na fase de pesquisa. E o primeiro tema era “Expectativas”.
Eu escrevi um pequeno texto e decidi compartilhá-lo aqui no blog também (com algumas alterações).

“Não sou intercambista de primeira viagem. Meu primeiro intercâmbio foi como Au Pair nos Estados Unidos em 2008. Em 2012, vou viver novamente a experiência de me aventurar em outro país, mas agora no Velho Mundo. E será que as expectativas mudam de um intercâmbio para o outro?

 Minha vida mudou muito entre um intercâmbio e outro e, consequentemente, minhas expectativas também. Eu sempre tive o sonho de morar fora e, na época, o programa de Au Pair era o que cabia no meu bolso ao mesmo tempo em que supria minhas necessidades. Eu tinha 20 anos, havia estudado inglês minha adolescência inteira e estava na metade da faculdade de Letras. Eu queria melhorar meu inglês, conhecer outra cultura, conquistar um pouco de independência e, claro, viajar bastante. Felizmente, eu consegui fazer tudo isso e tive um ano muito bom. Essa experiência me mostrou que tenho facilidade em me adaptar e me virar com o que tenho. Só para citar um exemplo, eu morei com uma família de judeus que seguiam a dieta kosher e eu cuidava da alimentação das crianças. Imagina meu poder de adaptação?

A vontade de fazer o segundo intercâmbio existe desde que voltei do primeiro. Hoje, aos 24 anos, formada em Letras e trabalhando como professora de inglês, melhorar minha fluência não é mais o objetivo principal. Eu pretendo estudar para ter um certificado de fluência em inglês (o de Cambridge) e viajar sempre que possível. Mas o mais importante nesse novo intercâmbio é a oportunidade de conhecer um estilo de vida diferente e tirar umas férias da minha vida no Brasil. Eu quero ter mais experiência morando no exterior, tanto por questões profissionais como pessoais.

E, para se ter uma idéia do que é chegar numa cidade desconhecida que será nossa casa por algum tempo, recomendo assistirem o filme francês “O albergue espanhol” e prestar atenção na cena em que Xavier chega em Barcelona e descreve essa sensação de estar num lugar novo. Foi como me senti ao chegar nos EUA e quero me sentir assim novamente quando chegar em Dublin.”

E eu facilito um pouco a vida de quem está lendo postando a fala de Xavier (além de te deixar com mais vontade de ver o filme):

“When arriving in a city, we see streets in perspective. Sequences of buildings with no meaning. Everything is unknown, virgin.
[…]
Later we’ll have lived in this city. We’ll have walked in its streets. We’ll have been to the end of the perspectives. We’ll have seen all the buildings. We’ll have lived stories with people. When we’ll have lived in this city, we’ll have taken this street a lot of times.After a moment, everything belongs to you because you’ve lived there.  It was to happen but I didn’t know it yet.

Urquinaona [name of a street]

This thing that sounds weird was added to the long list of old weird names that we have somewhere in our brain.
Urquinaona, slightly slipped next to Mouffetard, Bondoufle, Ponteaux-Combault Marolles-en-Hurepoix, Mandelieu-La Napoule and Knok le Zout.
It becomes normal and familiar.
After, long after, when we are back in Paris every hard time has become an extraordinary adventure.
There is always this stupid stuff or the worst days of a journey. The most missed experiences are those that we talk about most.”

Gostaram?

Anúncios

Um comentário sobre “Expectativas

  1. Flashback da sua vida? Dèjá vu? Acho que já ouvi essa história mais de uma vez…..
    Quero novidades! Quero conhecer a Irlanda! Vá logo para lá e me conte coisas reais, gnominais, trevonominais.

Preciso comentar esse post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s